Fotografia no Brasil: do daguerreótipo ao contemporâneo

Desde seu nascimento, no século XIX, a fotografia – e os debates que a acompanham – revela uma tensão entre fotodocumentação e foto artística, e, mais claramente, a partir dos anos 1950, entre fotografia figurativa e abstrata. A história da fotografia no Brasil remonta à chegada do daguerreótipo ao Rio de Janeiro, em 1839, e ao francês Hercule Florence (1804-1879). Continue lendo “Fotografia no Brasil: do daguerreótipo ao contemporâneo”

Brasil ganhará centro cultural russo

O premiê russo Dmítri Medvedev assinou na última sexta-feira (28) uma ordem para a criação de centros culturais entre Brasil e Rússia.

“Pela ordem assinada fica aprovado o projeto de acordo entre o governo da Rússia e o do Brasil sobre a criação e os detalhes de funcionamento de centros culturais. O Ministério dos Negócios Estrangeiros da Rússia foi incumbido de realizar as negociações com a parte brasileira e chegar a um acordo em nome do governo russo”, lê-se no site do governo.

Continue lendo “Brasil ganhará centro cultural russo”

Francesca Woodman: A insustentável leveza da arte.

Era 19 de janeiro de 1981. Uma jovem salta do alto de um edifício em Nova Iorque.  Naquele dia, nascia da tragédia um novo ícone. Muitas vezes , mesmo aqueles que se interessam por fotografia,  se ocupam em pesquisar  nomes conhecidos da mídia.  Entretanto,  a Fotografia,  em seu universo conceitual e artístico  possui outros “alguéns”,  geralmente adjetivados e guardados no underground da arte.

Continue lendo “Francesca Woodman: A insustentável leveza da arte.”